Casas luxuosas que Ronaldinho Ga�cho pode comprar. E por (bem) menos que R$ 20 milh�es

18/Jun/18

RIO - Bateu na trave. O craque Ronaldinho Gaúcho, depois de rodar por uma semana pelos condomínios de luxo do Rio, enfim, encontrou a mansão dos seus sonhos. Um corretor, encarregado de fazer as negociações, bateu na porta da casa, no condomínio Santa Mônica Jardins, na Barra da Tijuca, e fez a oferta de R$ 20 milhões. Mas, apesar de o valor estar acima do preço de mercado, segundo corretores, o proprietário não topou a venda.

Já que o jeito, para o astro, é voltar ao tenso jogo do mercado imobiliário carioca, o Morar Bem resolveu entrar em campo para dar uma ajudinha. Para isso, contou com o apoio técnico de quem entende do negócio.
Para começar, o que é possível comprar com R$ 20 milhões no setor imobiliário de alto luxo na Barra? De acordo com o diretor de marketing da Júlio Bogoricin, Márcio Pegado, o valor permite que se compre, no bairro, umas quatro casas de bom tamanho, com acabamentos requintados e equipamentos de lazer.

- Eu diria que é impossível encontrar um imóvel com valor tão alto nessa região. É preço de Zona Sul, de áreas com o Jardim Pernambuco. Lá, aliás, há no momento um imóvel à venda de 1.800 metros quadrados, com elevador para quatro pessoas, que vale R$ 25 milhões. Na Barra, o preço não passa dos R$ 13 milhões - diz Pegado.


O presidente da Patrimóvel, Rubem Vasconcelos, faz coro com o colega. Na imobiliária, os preços das casas luxuosas na Barra da Tijuca variam, em média, entre R$ 4 milhões até R$ 10 milhões, mesmo incluindo academia, campo de futebol, churrasqueira e jardins, com total privacidade.

- Na minha opinião, o proprietário deveria ter vendido a casa para o Ronaldinho, pois este valor foge totalmente do que é a prática do mercado até o momento - ressalta Vasconcelos.

No próprio Santa Mônica Jardins, Ronaldinho poderia comprar uma casa, com terreno de 1.200 metros quadrados, sendo 800 metros quadrados de área construída, por R$ 8 milhões. A casa ficou pronta há seis meses e tem piscina, hidromassagem, sauna, academia, churrasqueira, forno de pizza, e ainda um campo de futebol para o craque chamar os amigos para uma pelada. Ok, ela não chega a ocupar os cinco lotes da mansão almejada pelo craque, mas conta com equipamentos de lazer bastante atrativos.

Outros condomínios luxuosos da Barra da Tijuca oferecem opções de residências que não deixam a desejar. De acordo com o presidente da Patrimóvel, o Mansões, por exemplo, conta com casas tríplex de mil metros quadrados com preços que giram entre R$ 5,5 e R$ 8 milhões. Já uma casa dúplex no Parque Palace custa R$ 6,5 milhões e inclui sete suítes.

Ainda na Barra, uma opção é o condomínio de apartamentos Mondrian, que fica na Península, minibairro com uma única entrada e saída. Os imóveis são de quatro suítes, com pé-direito duplo na sala e preços que vão de R$ 2,2 milhões a R$ 5 milhões. A metragem máxima no condomínio é de 970 metros quadrados, na cobertura. A infraestrutura de lazer comum inclui salão de jogos, campo de golfe, espaço gourmet, três piscinas, academia e lan house.

Outra alternativa, também na Península, é o Bernini Residencial. Os apartamentos são dúplex, também com pé-direito duplo na sala, e contam com quatro ou cinco suítes. A metragem varia entre 266 e 430 metros quadrados. A maior unidade está sendo vendida por R$ 2,9 milhões.

Se o critério de escolha do imóvel for o preço e não as características, basta ir para as avenidas Delfim Moreira, no Leblon, e Vieira Souto, em Ipanema. O diretor de marketing da Júlio Bogoricin afirma que, no momento, há luxuosas coberturas com vista para o mar que valem nada menos que R$ 30 milhões.